NOVELA: Mirada de mujer (Olhar de mulher) - 1997

Foto: Azteca/Divulgação 

'Mirada de mujer' é uma novela mexicana que fez bastante sucesso em 1997. A trama foi produzida por Epigmenio Ibarra e Carlos Payán para a TV Azteca e teve Angélica Aragón e Ari Telch como protagonistas .

María Inés Domínguez (Angélica Aragón) é uma dona de casa mexicana de 50 anos que passou 27 anos casada com o marido, o brilhante advogado Ignacio San Millán (Fernando Luján). Para ele e seus três filhos - Adriana (Maria Reneé), Andrés (Plutarco Haza) e Mónica (Bárbara Mori) -, ela dedicou sua vida sem nunca revelar que, por causa deles, abandonou seus sonhos profissionais.

Embora Ignacio seja feliz em seu casamento, ele acaba se interessando por Daniela (Martha Mariana Castro), uma colega de trabalho trinta anos mais nova com quem ele começa uma aventura. Com o tempo, ele percebe que não ama mais sua esposa e a abandona para começar uma nova vida com sua amante.

FOTO: Azteca 
Então, María Inés começa a viver um inferno, vendo como seu universo se desfaz: ela deve não apenas superar o divórcio, mas também as contínuas censuras de suas filhas, que a culpam pelo que aconteceu. A mulher também não conta com o apoio de sua mãe, Elena, que exige que ela lute pelo marido.

Felizmente, ela conta com a compreensão e ajuda de Andrés, suas duas amigas inseparáveis, Paulina e Rosário, e Consuelo que é a sua irmã.

A vida de María Inés passa por outra mudança radical quando conhece Alejandro Salas (Ari Telch), jornalista dezesseis anos mais novo, divorciado e com um filho adolescente.

Ele vê nela uma mulher atraente com quem deseja iniciar uma relação, mas ele esbarra nos medos de uma pessoa madura que já não imaginava que poderia se sentir desejada.

'Mirada de mujer' é considerada por muitos como o maior sucesso da televisão Azteca. A trama trouxe um elenco bacana e uma história moderna, bem atípica das tramas apresentadas na época. A novela veio para mostrar que nunca é tarde para amar.

Foto: Azteca/Divulgação


CURIOSIDADES

NOS DETALHES

Depois de ver os primeiros capítulos, o escritor ajustou o enredo às características dos atores "para aproveitar melhor o texto". E ele sempre elogiou o trabalho do elenco: “Eu escrevi a história original para minha esposa, mas quando vi Angélica, senti uma grande satisfação. Percebi que o personagem poderia ser para qualquer atriz que fosse boa ”.

VERSÕES 

'Mirada de mujer' é uma adaptação da novela colombiana 'Señora Isabel' que foi escrita em 1993, e foi protagonizada por Judy Henríquez  e Luis Mesa. Além de Mirada, a TV Azteca realizou outra versão da mesma história chamada 'La vida en el espejo'. E em 2007, a Telemundo contou com Victoria Ruffo, Arturo Peniche e Mauricio Ochmann para darem vida a  personagens de 'Victoria', nova versão dessa história. 
Foto: Telemundo

SEQUÊNCIA 

Em 2003, Angélica Aragón e Ari Telch voltaram para uma sequência da novela que foi produzida pela Azteca. O desenvolvimento do roteiro já não foi feito pelo autor original e nem pelos produtores da primeira versão. Falam que a grande idealizadora dessa segunda versão foi a própria protagonista, e apesar da primeira versão ter sido um verdadeiro sucesso a de 2003 não teve números muito bons na audiência. 

PRIMEIRA OPÇÃO 

Rumores apontam que a primeira opção para o papel da protagonista era a atriz Angélica Maria que acabou recusando o papel por temer deixar a Televisa e por causa da novela ter um tema mais forte do que as novelas tradicionais. 

FICHA TÉCNICA  


ELENCO: Angélica Aragón, Ari Telch, Fernando Luján, Martha Mariano Castro, Bárbara Mori. 
ANO EXIBIÇÃO: 1997/1998 (México) 
GÊNERO: Drama/Romance
EMISSORA: Azteca 
CAPÍTULOS: 240 (120 versão internacional)
PRODUTORA: Epigmenio Ibarra e Carlos Payán

ABERTURA 

NOVELA: Mirada de mujer (Olhar de mulher) - 1997 NOVELA: Mirada de mujer (Olhar de mulher) - 1997 Reviewed by Nathalia Silva on 14:13 Rating: 5

Nenhum comentário