RESUMO: Novela 'A Que não podia amar'; próximos capítulos (14/10 a 18/10/19)

Ana, José, Julian e Jorge Salinas - foto: divulgação


A que não podia amar é uma novela mexicana protagonizada por Ana Brenda Contreras, Jorge Salinas e José Ron. A trama foi ao ar pela primeira vez no México em 2011 e fez bastante sucesso por lá. A trama conta à história de uma mulher chamada Ana Paula (Ana Brenda), que desempregada e precisando de dinheiro acaba aceitando um emprego em uma cidade distante da capital mexicana, onde acaba trabalhando como cuidadora de um paraplégico chamado Rogério Monteiro (Jorge Salinas), um homem rico, inteligente e super grosseiro. 


Confira o resumo dessa semana da novela A que não podia amar:



RESUMO A QUE NÃO PODIA AMAR – capítulo 136, segunda, 14 de outubro

Elias conta a Bruno e Vanessa que foi visitar sua filha no hospital, diz que Gustavo o proibiu de voltar lá e pede aos dois que o ajudem, assim como tem feito com eles. Rosaura conta a Rogério que Elias organizou uma festa na fazenda com o pretexto de que nasceu mais uma Monteiro. Furioso, Rogério ameaça demitir o capataz caso volte a organizar festas com se fosse o dono da fazenda. Ulisses propõe a Márcia que se deem uma nova oportunidade para tentar salvar o casamento.
Rogério diz a Vanessa que sabe de sua relação com Bruno e que fica feliz que ela possa refazer sua vida, embora ele não seja uma pessoa confiável. Gustavo exige que Elias explique porque fez uma festa para comemorar o nascimento de sua filha. Elias afirma que Cinthia é sua mulher e ele é o pai da criança, já que nunca deixaram de estar juntos. Ele afirma que Cinthia só se casou para poder ter direito à sua herança. Elias e Gustavo se pegam a tapas. Cinthia, Mercedes e Vanessa estão organizando o batizado da bebê. Gustavo, furioso, pergunta quem vai estar com ela na cerimônia, ele ou Elias. Cinthia fica surpresa com a pergunta. Gustavo, furioso, diz a Cinthia que lhe deu todas as oportunidades para que fosse sincera com ele, mas agora seu teatro acabou porque Elias lhe contou toda a verdade. Cinthia diz que o capataz está mentindo porque tem inveja. Gustavo não acredita e afirma que Elias não diria nada se não fosse verdade. Ana Paula diz a Rogério que ela e Maria não foram convidadas para o batizado de sua sobrinha.
Cinthia sugere a Gustavo que façam um teste de DNA para atestar a paternidade da criança. Cinthia pede a Vanessa que diga a Gustavo que Elias está louco e pede a amiga que a ajude a se encontrar com Elias, pois só ela é capaz de controlá-lo. Rogério entrega a Ana Paula um documento que anula o contrato pré-nupcial que assinaram e afirma que quer que ela se sinta livre. Ana Paula, sorridente, diz a Rogério que está com ele porque o ama e sente muito orgulho de ser sua esposa. Elias pede a Bruno que lhe indique um advogado, pois pretende contestar a paternidade da filha de Cinthia. Depois ele procura Rogério e confessa que é o pai da criança. Furioso, Rogério expulsa Elias da fazenda. Gustavo comenta com Rogério que Cinthia afirma que o capataz está mentindo, mas ele tem certeza de que houve algo a mais que amizade entre eles. Rogério sugere que faça o teste de paternidade. Rogério exige uma explicação da irmã. Cinthia admite que se envolveu com o capataz e culpa Rogério por tê-la mantido isolada na fazenda. Rogério pergunta porque continou seu romance com Elias mesmo depois de se casar com Gustavo. Ela nega, mas Rogério diz que Elias afirma que é o pai de sua filha. Rogério pergunta a Maria se sabia do romance de Cinthia com o capataz. Elias vai até o hospital para ver a filha, mas Ernesto diz a ele que Cinthia proibiu sua entrada.

RESUMO A QUE NÃO PODIA AMAR – capítulo 137, terça, 15 de outubro

Bruno diz a Elias que Cinthia quer falar com ele, mas pede que seja discreto porque Gustavo não pode ficar sabendo do encontro. Revoltado por ter sua entrada negada, ele se recusa a falar com ela. Elias chega ao hospital com uma ordem judicial para que se faça um teste de DNA. Cinthia alega que sua filha é muito pequena e pede a Ernesto que não permita que o teste seja feito. Ernesto diz que não pode se negar a fazer o teste pois não há nada que impeça o procedimento. Gustavo diz a Ernesto que antes tinha dúvidas, mas agora está convencido que o que houve entre Cinthia e Elias foi muito mais forte do que imaginava. Maria pede perdão a Rogério por não ter lhe contado sobre o romance de Cinthia com Elias. Gustavo diz a Cinthia que o fato de Elias enfrentar Rogério, exigindo o teste de paternidade, é a prova de que tiveram relações íntimas depois do casamento e diante dessa constatação, ele deixa claro que só ficará na fazenda até que saia o resultado do exame de DNA.Ernesto diz a Rogério que já tem em mãos o resultado do exame, mas por uma questão judicial, só pode entregá-lo a Elias. Maria aconselha Cinthia a rever seus sentimentos pois talvez Gustavo seja apenas um capricho e quem ela ama realmente é Elias. Elias mostra a Gustavo o resultado do teste de DNA, onde fica comprovado que ele é o pai da criança. Indignado, Gustavo acusa o capataz de ter se envolvido com Cinthia mesmo sabendo que era uma mulher casada. Elias diz que ama Cinthia e confirma que o caso deles é muito antigo, e que só não foram embora para longe porque ela precisava tomar posse de sua herança.

RESUMO A QUE NÃO PODIA AMAR – capítulo 138, quarta, 16 de outubro

Gustavo pergunta se ele pretende se responsabilizar pela criança e ele afirma que sim. Gustavo deixa claro que não será um obstáculo entre eles. Rogério diz a Cinthia que independente de quem seja o pai de sua filha vai lhe dar sua herança e também a metade dos problemas. Rogério deixa claro que terá que resolvê-los sozinha, sem a sua ajuda. Elias entra no quarto de Cinthia e afirma que a bebê é sua filha. Furiosa, Cinthia lembra o capataz que ele quebrou o acordo que tinham ao pedir a Vanessa que lhe desse seu recado. Elias pede a Cinthia que esqueça a herança, que até agora só lhe trouxe problemas e sugerem saiam da fazenda. Cinthia responde que não o ama, diz que só o usou enquanto lhe foi conveniente e pergunta como ele pode pensar que se casaria com um empregado da fazenda. Elias ameaça contar a todos que foi ela quem mandou colocar a cobra no quarto de Ana Paula para que ela e seu filho morressem. Cinthia fica ainda mais furiosa quando Elias diz que Gustavo já sabe que ele é o pai da criança e pede ao peão que leve a criança. Os dois discutem, Cinthia atinge Elias com um candelabro. Maria chega e leva um choque ao ver o capataz morto. Cinthia convence Maria a assumir o crime e ela, para proteger a filha diz a Gustavo que o matou.
Gustavo fica chocado ao saber que  Elias está morto. Cinthia conta que ele quis roubar a menina. Maria diz que para impedir que ele a levasse, o golpeou na cabeça com um candelabro. Gustavo conta a Rogério que Maria matou Elias. Vanessa pergunta a Cinthia se foi mesmo Maria quem tirou a vida do capataz. Cinthia pede a Bruno que não permita que Maria vá para a cadeia. O delegado diz a Rogério que Maria já deu seu depoimento assumindo o crime, mas mesmo assim vai iniciar uma investigação. Cinthia se preocupa com o que ele possa descobrir.

RESUMO A QUE NÃO PODIA AMAR – capítulo 139, quinta, 17 de outubro

Bruno diz a Maria que no caso de homicídio, a pena é de vinte a trinta anos e não há direito a fiança. Rogério responsabiliza Cinthia por tudo que está acontecendo e pergunta se realmente foi Maria, ou se ela assumiu a culpa para protegê-la. Cinthia dizendo-se ofendida responde que não pode acreditar que o irmão tenha alguma dúvida de quem matou Elias. Rogério diz conhecer muito bem as duas para ter certeza que Maria não seria capaz de cometer um crime. Astuta, Rosaura arma para que Maria confesse que assumiu o crime para defender a filha.
Rosaura diz a Maria que não consegue entender porque assume um crime para defender Cinthia que sequer a reconhece como mãe. Maria diz a Rosaura que tem certeza que sua filha a ama. Hugo diz a Rogério que os trabalhadores deixaram a fazenda para trabalhar no Rancho “A Negra”. Gustavo leva Cinthia à força para ver a mãe. Maria percebe que ela foi contrariada e pede a Gustavo que a leve embora. Rosaura diz a Bruno que foi Cinthia quem matou o capataz. Rogério critica Vanessa por ter levado seus empregados para trabalhar no Rancho “A Negra” e a acusa de ser cúmplice de Bruno. Vanessa conta que foi Elias quem os convenceu a trabalhar para ela em troca de dinheiro. Ana Paula confirma a história de sua irmã e conta a Rogério que Jacinto lhe disse que Elias falou aos empregados que seriam demitidos, por isso foram trabalhar no Rancho. Bruno diz a Cinthia que já sabe que foi ela quem matou Elias e a pressiona a exigir que Rogério lhe entregue sua parte da herança e se una a ele e Vanessa. Caso contrario, ele dirá ao delegado que ela é a verdadeira assassina de Elias.

RESUMO A QUE NÃO PODIA AMAR – capítulo 140, sexta, 18 de outubro

Ulisses diz a Márcia que está se esforçando para que o casamento volte a ser como antes, mas não consegue ao vê-la sofrer pela morte de Elias. Bruno diz a Vanessa que vão conseguir ganhar de Rogério a venda do leite assim como fizeram com Cingapura. Vanessa diz que não tem rebanho suficiente para suprir o pedido, mas Bruno afirma que em breve Cinthia se unirá a eles contra seu prórpio irmão e poderão contar com o gado que ela tem direito. O delegado avisa Gustavo que não deve deixar a cidade porque ele também é suspeito de ter matado Elias. Cinthia pressiona Rogério a lhe dar sua parte da herança para que possa ir para longe, pois não pode continuar vivendo num lugar onde todos zombam dela por ser filha de Maria. Rogério se revolta com a atitude da irmã e diz que ela deveria ter orgulho de ser filha de uma mulher como Maria, principalmente depois do que fez por ela.

Rogério diz a Cinthia que vai se encarregar do julgamento de Maria. Ulisses e Márcia percebem que não conseguirão se perdoar e esquecer tudo que aconteceu e decidem se separar definitivamente. Mercedes, chorando, diz a Ana Paula que não consegue entender que Cinthia não ama sua filha, tendo em vista que ela daria tudo para poder ser mãe. Mercedes pede perdão a Ana por tê-la julgado tão mal. Ana diz que não tem nada para perdoar e a aconselha a cuidar e dar todo seu amor à bebê de Cinthia. Cinthia diz a Bruno e Vanessa que aceita se unir a eles para destruir seu irmão. Vanessa a convence a assinar um contrato. Cinthia diz que assinará o contrato se eles se comprometerem, no depoimento que darão à polícia, culpando Maria pela morte de Elias. Consuelo diz a Maria que Elias lhe entregou uma carta e pediu que só a abrisse se lhe acontecesse algo grave. Maria aconselha que a entregue a carta à Cinthia. Gustavo diz a Cinthia que deveria se ocupar mais com sua filha. Consuelo diz a Cinthia que Maria quer vê-la e lhe entrega a carta deixada por Elias. Cinthia devolve a carta e diz que não se interessa por nada relacionado ao capataz. Rogério entrega a Cinthia sua parte da herança e exige que também lhe dê sua parte da fazenda. Consuelo entrega a Maria a carta de Elias. Maria diz a Cinthia que Bruno afirma que nem ela, nem a bebê tinham sinais de violência e a pressiona a dizer se realmente Elias tinha a intenção de fazer mal a elas. Cinthia fica furiosa e acusa Maria de traição.


*O resumo da novela pode sofrer alterações de acordo com a edição da emissora.

RESUMO: Novela 'A Que não podia amar'; próximos capítulos (14/10 a 18/10/19)  RESUMO: Novela 'A Que não podia amar'; próximos capítulos (14/10 a 18/10/19) Reviewed by Nathalia Silva on 19:30 Rating: 5

Nenhum comentário